terça-feira, 10 de abril de 2018

Maravilhas do céu: a estrela mais distante

Gente, juro: não parece que faz mais de mês desde a última postagem. Esse tal de tempo está de brincadeira comigo.

A estrela em questão é o ponto brilhante entre as galáxias

Bom, para hoje temos a estrela mais distante já descoberta, e foi descoberta por acaso, vejam só! O que me atraiu ao assunto foi a imagem acima, que é linda.

Aconteceu assim: uma equipe internacional de pesquisadores da Escola de Ciências da Universidade de Tóquio utilizava o telescópio espacial Hubble para observar um aglomerado de galáxias a 5 bilhões de anos-luz de distância quando os especialistas notaram uma cintilação estranha ao fundo. Uma análise mais detalhada mostrou que a luz não vinha de uma estrela em explosão, ou seja, uma estrela antiga, no final de sua vida, mas de uma estrela azul - uma estrela superjovem.


O aglomerado de galáxias, por conter um poder gravitacional extremo, havia dobrado o espaço-tempo (!) e criado um efeito chamado "lente gravitacional", que ampliou a imagem de uma estrela que estava ao fundo, muito mais distante. A estrela, batizada como Icarus, foi ampliada em cerca de 2.000 vezes e se tornou a estrela mais distante já observada em todo o Universo. De acordo com o estudo publicado na revista Nature Astronomy, Icarus está a aproximadamente 9 bilhões de anos-luz da Terra.

Os pesquisadores esperam encontrar mais estrelas ampliadas pela lente gravitacional, em especial quando o próximo telescópio espacial, o James Webb, se tornar operacional. 

Fonte: site Galeria do Meteorito. Fotos de divulgação da NASA e do Hubble.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!