terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Leituras: o desafio de falar de livros especiais!

Ler é sempre uma diversão deliciosa, mas tem livros que se tornam especiais. Os dois dos quais vou falar hoje tem um lugar especial no meu coração não só pela história (que é excelente nos dois!), mas porque as autoras me permitiram participar do processo de criação! Siiiim, eu dei palpites na história, e isto é uma GLÓRIA! E é claro que implica em escritoras pra lá de amigas, porque só grandes amigas abrem exceções deste tipo!

1. Os Segredos de Landara 2 - O Reino de Areia - Bruna Camporezi, editora Novo Século, 474 páginas. Depois que li Os Segredos de Landara, Bruna e eu conversamos muitos sobre os personagens, o desenvolvimento de cada um, o enredo... Aí a Bru, a chique, foi passar uns tempos nos Estados Unidos, e o papo continuou inbox! Resultado, recebi o original muito antes do lançamento, quando ainda estava em fase de revisão (pela Novo Século, é claro). Minha sagrada função, que eu também exerço nos meus livros, foi revisar a revisora (sim, eu sou um pesadelo, já avisei muitas vezes), localizar pontas soltas, dar palpites e sugestões... Gente, vocês tinham que ver o que era a Bru e eu discutindo cientificamente sobre glândulas criadas para um livro de fantasia! Às vezes (muitas vezes, rsrs!), era uma perfeita conversa de loucas! Para minha grande satisfação e honra, grande parte de minhas sugestões foram aceitas, e recebi um agradecimento muito especial no comecinho do livro:

"Um agradecimento especial à minha amiga e colega de trabalho Eleonor Hertzog, que revisou a história com muito carinho e me deu as dicas que eu precisava para fazer um trabalho ainda melhor. Muito obrigada, Eleonor!"

Eu é que agradeço, Bru! Sempre às ordens, sempre, sempre, amiga!
Aliás, querem morrer de inveja? Ela me contou o final da história. E eu dei palpites também!
Sobre o livro, bom... É fantasia, é incrível, acontece numa ilha chamada Landara que se move por todos os mares da Terra. Quem está fora, não enxerga a ilha. Quem está dentro, não pode sair. Há criaturas fantásticas que a Bru criou, há uma mocinha que não é nada indefesa e não precisa ser salva de coisa alguma, e há um mocinho que, meninas... Não percam o Derick. Por nada no mundo! Vão lá ler. Eu conheço tanto da história que acabo dando spoilers até sem querer.

2. O Segredo da Caveira de Cristal - livro 1 - Mallerey Cálgara, Mundo Uno editora, 322 páginas.
Como a maioria de vocês certamente sabe, a Mundo Uno é da minha família. Mallerey foi a primeira escritora e amiga com quem fiz contato para trazer para a editora e, para minha alegria, ela acreditou na nossa esforçada editora-filhote, e veio! É evidente que, se eu fui direto atrás de Mallerey, é porque adoro o modo como ela escreve! A quantidade de história que ela consegue colocar dentro de 320 páginas é de estarrecer. Seus personagens são super bem construídos, tanto que eles logo se tornam quase vivos, movendo-se por conta própria no enredo e na nossa imaginação/visualização. A narrativa é muito rápida, os acontecimentos se sucedem com uma velocidade vertiginosa, deixando o leitor sempre com o coração na mão. 
O Segredo da Caveira de Cristal já havia sido lançado por outra editora, mas optamos por relançá-lo. Ele foi quase reescrito (mantendo o enredo original, mas acrescentando e enriquecendo muito a narrativa), e tive a satisfação de participar deste processo! Tudo bem, desta vez fiz isto profissionalmente, como editora, mas isto não tem nada a ver com o muito que sou fã esta história! Foram looooongos papos inbox que eventualmente se mudavam para o telefone, porque nem o inbox chegava para nós! O resultado final foi um livro que recomendo entusiasticamente a vocês... Isto é, se vocês não têm problema com sangue. Já defini os livros de Mallerey como lanchinho de vampiro, de tanto sangue que têm!
Resumindo a história: o rei e a rainha de Heilland têm filhos gêmeos. Um é bom, o outro é mau. Sulco, o gêmeo mau, é mau MESMO. Heian, o gêmeo bom, é um amor, e se torna o novo rei, para a fúria do seu irmão. E é a partir da ira de Sulco que toda a história se desenvolve. Temos também Driadh, a esposa de Heian, e Mongho, o mago da corte e melhor amigo de Heian. Também temos uma bruxa, antigas lendas sobre magos, e uma bola de cristal que é o foco de muitos poderes, e alvo da cobiça de Sulco. Mas, se você pensa que vai ler uma história convencional, esqueça! A frase abaixo é da resenha feita no blog Over Shock, e sintetiza de maneira espetacular minha opinião sobre este e outros livros da autora:

"A disputa entre o bem e o mal é tão comum na literatura que raros são os casos em que um autor consegue se tornar original e convencer o leitor. E quando encontramos uma história que tinha tudo para ser mais do mesmo e ela ainda consegue nos surpreender, percebemos o seu indiscutível potencial."

É, foi bem isto que vi no livro de Mallerey, e convido todos vocês a conhecerem O Segredo da Caveira de Cristal! Não vão se arrepender. Acreditem em mim! E aqui fala a leitora, não a editora, porque não dá para publicar algo de que não se gosta e no qual não se acredita.

Um comentário:

  1. Que fofa! Você sabe que mora eternamente em meu coração. Eu agradeço por você estar sempre por perto me apoiando, acreditando em meu trabalho, além de ser um poço de paciência (risos). Assim como nossa amizade, nossa parceria será abençoada pelos céus.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!