domingo, 25 de outubro de 2015

Leituras: autores lá de fora!

Por ordem (mais ou menos) de leitura. O melhor livro acabou como o último da lista!

1. A Escolha - Kiera Kass, editora Seguinte, 352 páginas. Sei que a série tem uma pilha de fãs, que é tipo uma crítica social e tudo o mais... Mas alguém aí vai me dizer que não sabia como ia terminar, incluindo-se o inevitável mal-entendido besta logo no final que quase acaba com o romance (mas nunca acaba), mais um final impactante e que deveria ser cheio de tensão, mas não me convenceu?! Tá, sou chata, sei! Prefiro histórias com finais que me agarrem e não me deixem parar de ler, em vez de me entediar!

2. O Assassino Relutante - P.R.A.T.A - Eoin Colfer, editora Record, 351 páginas. Comprei o livro na confiança, porque adorei os primeiros volumes de Artemis Fowl, do mesmo autor. Nesta nova série, temos uma agente secreta de dezesseis anos, um suposto assassino da Era Vitoriana que é transportado para o presente devido ao (eterno) erro de cálculo de uma máquina do FBI (que não deveria funcionar)... Bom, como resumo, poderia ser uma boa história, mas não me empolgou. Li até o final porque sou teimosa.

3. Guerra Civil - Stuart Moore, editora Novo Século, 391 páginas. Comprado na Bienal do Rio. Um monte de personagens Marvel se desentendendo, com o time do Capitão América de um lado e o time do Homem de Ferro do outro. Uma história de convicções e ideias, mas, definitivamente, gosto mais disto em quadrinhos. Ou no cinema. O Tony Stark do cinema é bem mais legal do que o do livro. E quem salva a história é, como não poderia deixar de ser, seu amigo de sempre, o Homem-Aranha. 

4. Inocência? - Gail Carriger, editora Valentina, 302 páginas de acordo com o Skoob, porque este livro esquisito não tem números de páginas! Comprado na Bienal do Rio e lido lá mesmo, durante os intermináveis congestionamentos de trânsito.Terceiro volume do Protetorado da Sombrinha, continua a história da preternatural Lady Alexia Maccon, esposa do lobisomem alfa da alcateia de Londres, Lorde Maccon. A vida do casal não vai muito bem, a ponto de Lady Alexia ser obrigada a voltar para a casa de sua não muito amorosa mãe, tornando a conviver com suas duas meia-irmãs maternas (que são bem diferentes de Lady Maccon). A determinação e o humor feroz e mordaz de Alexia continuam a dar o tom do livro, assim como o fabuloso clima steampunk, misturando lobisomens, sombrinhas altamente tecnológicas, dirigíveis e templários numa só história. Acha que não pode dar certo? Então, o que está esperando para ir lá olhar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!