domingo, 6 de julho de 2014

Alguém me dá uma ajudinha?

Tem gente que deve estar pensando que desisti de escrever, tão quieta que ando aqui no blog. São só posts de mar e espaço, e nada de livros. Aliás, a última vez que escrevi sobre livros, foi sobre livros dos outros que eu tinha lido, não sobre os meus. 

Então, resolvi contar uma historinha a vocês.


... Uma escritora (casualmente, eu) que só sabia escrever coisas ENORMES. Essa escritora tem uma amiga internética chamada Thais Turesso, do blog Viaje na Leitura. Amiga daquelas amigona mesmo. Aconteceu que essa amiga Thais desafiou a escritora dos escritos quilométricos a escrever um conto (conto = coisa curtinha, tá ligado?) para uma coletânea do Dia dos Namorados. Ela fez o convite uma semana, dez dias antes da data para o conto estar pronto, ou seja, 12 de junho. E tinha que ser uma coisa relativa à data, é evidente. 

E lá fui eu tentando escrever, descartando uma ideia depois da outra, porque não localizava nenhum par inspirador para o tal do conto.

E daí apareceu o par perfeito. E daí a escritora quilométrica começou a escrever. E daí o que era pra ser um conto curtinho começou a crescer, crescer, CRESCER! Alcançou fácil algumas milhares de palavras. O tal do conto não era mais conto.

Então a Thais me disse que não era possível que eu não conseguisse, porque a fulana, o beltrano e mais meia dúzia já tinham entregado os seus. Fiquei mordida e me apareceu uma ideia (juro que não sei de onde ela veio!) prontinha e acabada. Foi só sentar e escrever, e saiu um legítimo conto curtinho e legal que foi para a coletânea. Se ainda não conhece o conto, que se chama Fazer ou Não Fazer? , ele está no Widbook e o este é o link. Leiturinha rápida, dez minutos, só. Nem parece coisa de Eleonor.

Resolvido o problema da coletânea, concentrei minha atenção no novo monstro que havia criado (a Thais já está eleita como a madrinha do bicho). Empaquei numa parte em que sabia que iria empacar, mas isso já passou. Ele segue crescendo feliz e animado e, apesar de ter mais ou menos 30 dias de "vida", já tem 22.000 palavras - e ainda não está pronto.

Minha previsão é terminar em mais uma semana, no máximo. Antes, se puder, e pretendo poder.

É aí que entra a ajudinha, porque preciso de dois ou três voluntários que gostem de ler rápido e que tenham tempo para isso, porque a nova short story tem um problema: eu não consigo imaginar um título e uma capa para ela! E é pra ser ajuda rápida-super-rápida mesmo, tipo eu mando o PDF e espero as sugestões-respostas em dois ou três dias!

Alguém se candidata? Pode falar comigo inbox!

10 comentários:

  1. Rsrsrsrsrsrs,

    Só você mesma Eleonor!
    Mas posso ler sim, se você quiser! Como é em pdf, dá para ler no cel enquanto estou tomando conta da pequena!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Candidata anotada! :D
      Aviso assim que estiver pronto!
      Obrigada, Yume!

      Excluir
  2. Ainh, eu quero! Mas gente, ler tanto em dois dias, eu já não durmo e com um incentivo desse!! O.o hehe

    Agora, preciso dizer, quando eu crescer quero ser assim, igual a você! Porque para que eu escreva umas poucas páginas sem ficar enrolando já é um trabalho e tanto, imagina evoluir um conto assim! :D Adoro!!
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está incluída na lista de leitores, Anna! :D

      Excluir
  3. Se quiser mandar para mim também pode .....
    Bjs,
    Martha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Martha, tem algumas pessoas que nem precisam se candidatar, porque são parte integrante da lista há muito, muito tempo!
      É claro que vai para você!

      Excluir
  4. Eu li seu conto e gostei muito :-)
    Queria ler o PDF mas fico com medo de não cumprir o prazo :|

    Beijos
    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei que muita gente não tem tempo, Amanda. Por isso, já coloquei o prazo bem claro ali! Não tem problema, fica pra uma próxima, com mais tempo!
      Beijos!

      Excluir
  5. Eleonor só você mesmo! Será que algum dia você vai conseguir escrever algo que não vire um monstro que nem Cisne haha' já sei! você ta tentando bater o recorde do George R. R. Martin né? Saquei... Os livros desse autor são quase os priminhos do Cisne aqui na minha estante, todos gigantes e deitados um em cima do outro porque se recusam a caber em pé! hahaha'

    Sobre o novo monstrinho, não vou me candidatar a ler porque acabei de entrar de férias e vou começar a minha "obsessão por organizar de início de férias", e só Deus sabe quanto tempo gasto organizando coisas que vou bangunçar em menos de uma semana! Estou sentindo falta da sua escrita (e do tio Henry, diga-se de passagem rs), mas tenho medo de não conseguir cumprir o prazo. Também sou péssima com títulos, então é melhor deixar a oportunidade pra outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro vocês, a companhia e a sinceridade! :D
      Quando estiver pronto, com capa, título e tudo, todo mundo vai ficar sabendo!
      Beijos e obrigada!

      Excluir

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!