sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Enrolada...


Estou igual ao gatinho aí de cima, tentando passar por um emaranhado de coisas!

Depois de mais de dois dias, note finalmente formatado, mas ainda na quarentena: não sabemos até quando vai se comportar. Vou aprender a trabalhar no HD externo. Minha vida de aprendizados não tem fim, parece.

Internet: de volta. Windows alegremente baixando e instalando 3.425.200 atualizações e mais algumas - devem ser todas, desde que o Windows foi inventado. Chego na minha barra de favoritos, e toda ela sumiu. Link por link, cacei todos de volta. Sim, AGORA eu sei que tem um esquema onde tudo fica armazenado na internet. Dã dã dã dã. Aí começam as perguntas difíceis, tipo: senha, por favor? Senha do Skoob? Sei lá, não faço ideia. Senha da Amazon? Beleza, sumiu dos bancos de memória também. As senhas dos e-mails, pelo menos, eu sabia. Depois de uma enorme troca de mensagens, a comunicação com o mundo foi restaurada.

Certo, digo eu, então agora vamos trabalhar um pouco, de verdade. Meus arquivos já estão todos no note, eu vi. E daí... OH, SURPRESA! Os arquivos estão, mas o Word, não!

Agora o note está atualizando interminavelmente o Windows, instalando o Word... e eu aqui, esperando tudo isso terminar pra descobrir quais surpresas mais me esperam! :(


sábado, 21 de dezembro de 2013

Etapa n.2 - CONCLUÍDA

Essa etapa se chama ARRUMAÇÃO PARA O NATAL e finalizei hoje (estou quebrada. Até as solas dos meus pés doem!). É mais fácil eu mostrar do que explicar. E, adiantando as respostas às três perguntas mais comuns:

1. Sim, todo ano eu arrumo tudo isso.
2. Sim, o relógio cuco funciona, e muito bem, por sinal. 
3. Sim, o fogão a lenha também funciona, mas é aceso apenas no inverno, é claro.









 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Olha eu aqui de novo...

... E olha eu me surpreendendo ao ver que o post anterior a este tem data do dia 9! O tempo voou e eu nem vi! Motivo? O velho TOC literário, é claro, cismando de revisar tudo mil vezes antes de colocar Cisne, segunda edição, na Amazon! Revisei e revisei e revisei, e tenho certeza de que ainda sobraram rabichinhos que me escaparam. 




A capa foi extensamente discutida com meio mundo, sem que se chegasse a conclusão alguma. Então, para encerrar o assunto, tasquei uma capa provisória, feita em alguns minutos pela super ultra mega veloz perita em PSD, minha filhota Anelise, enquanto a vovó aqui andava pra lá e pra cá com o netinho Arthur no colo. Ele é MUITO a favor de agitar quando preciso da mãe dele, rsrs! A capa é esta, espero que gostem!


E, encerrando, meu printscreen comemorativo ao primeiro livro a caminho da Amazon! Josy, MUITO OBRIGADA por todas as dicas e por toda a paciência comigo no bate-papo, rsrs! Valeu, amiga!!!


segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Segue o trabalho duro

Só pra manter vocês informados sobre o andamento dos intermináveis trabalhos: como eu disse ontem, todas as modificações e marcações foram feitas em uma "versão final" - que de final não teve nada! - impressa. Agora estou passando tudo para o computador. Trabalho braçal e atento, que está sendo feito com muita satisfação! No impresso tamanho A4 de 458 páginas, estou na 47. Ainda tem muita coisa pela frente!

O que o gato tem a ver? Sei lá. Gosto da carinha sorridente e descansada dele!

domingo, 8 de dezembro de 2013

Escritora quieta =

70% - trabalho duro, e estou falando de escrever. Nem estou contando o trabalho convencional, ou o netinho (lindooooo!!!!) ou todas as outras coisas da vida da gente.
30% - internet péssima. Sério, gente, o que é isso?! O Face de vocês também está um jegue?! Espero conseguir compartilhar na página esta postagem do blog, mas, do jeito que as coisas estão, é mais uma esperança do que uma certeza. É quase um milagre conseguir uma postagem decente com foto anexada. Thais, obrigada por estar quebrando esse galho pra mim e ajudando nas postagens da página!

Voltando aos 70% de trabalho, devem querer saber no que eu tanto trabalho, que não termino nunca. Certo, vou confessar: sabem aquela última revisão do Cisne? Aquela, com o texto impresso, só pra checar se tudo estava no devido lugar? Pois é. Virou um monstro! 

Não, eu não estou mudando enredo algum, não se preocupem. Tem um ou outro parágrafo a mais ou a menos por conta do corte dos capitulões em capítulos menores, só isso. A mudança foi de estrutura. E a culpada pela reativação da minha paranoia foi a Sra. Janaina Rico, que aliás não ganhou aquele Codex de Ouro assim por acaso (PARABÉNS, JANA! VOCÊ MERECE, apesar de eu ter te odiado furiosamente em cada dia da minha interminável revisão!).

Explico: a Jana e eu dividimos o quarto em um evento em Fortaleza. E, durante os papos de quarto, a Jana-versão-professora disse que, em livros bem escritos, não se usava disse perguntou respondeu retrucou falou e todos os similares para indicar qual personagem estava falando. Que um diálogo precisava prescindir disso. E eu respondi que, puxa, meus livros tem montes de diálogos, não tenho como escrever sem usar essas palavras... A Jana não insistiu. É muito elegante pra isso. Mas me olhou com carinho de pena, eu admito.

E daí eu fui fazer a famosa última e rápida revisão. E daí todos aqueles disse perguntou respondeu retrucou começaram a pular na minha cara, e eu fazendo uma força enorme pra ignorar todos eles. Até consegui. Por uns tempos. Até gritar de fúria como um gorila furioso e me declarar vencida. OK, ENTÃO EU FAÇO, PRONTO!!! 

Fiz. Não tenho como tirar todos os disse perguntou respondeu do texto, mas eles foram drasticamente reduzidos, aumentando o tempo de revisão na proporção inversa. E eu gostando da cara que o texto estava ficando, e odiando a sra. Rico, que meteu essa ideia na minha cabeça. Isso aí abaixo é uma amostra do que virou minha rápida revisão! Olhem só a quantidade de riscos, escritos e rabiscos, pra não mencionar aquela mega irônica marca d'água dizendo VERSÃO FINAL rindo da minha cara em cada página.


Mas terminei. Até que enfim! É só passar tudo para o computador agora... Ai, ai! E, Jana, obrigada! :D O texto está bem mais legal agora, rsrs!

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

PERDENDO A PACIÊNCIA EM 3, 2...

... Mas, na verdade, não, embora motivos não faltem. Já desabafei o suficiente no post do dia 27, não estou a fim de xingar mais. Apenas quero informar a vocês do que aconteceu.

Veem esta foto abaixo, de um Cisne embalado? Era com esta cor de papel que os primeiros livros saíram de casa. Este livro está fechado em seu pacote original, onde eu mesma o coloquei. 

Sabem onde foi encontrado? Em um sebo de Fortaleza, colocado à venda. Com pacote e tudo. Muito pitoresco, na minha opinião.

Foi o parceiro Mairton, do blog São Tantas Coisas, que o localizou entre muitos outros livros. Também foi o Mairton quem o comprou antes até de fazer contato comigo, e me avisou. Tirou as fotos a meu pedido, inclusive da dedicatória. É essa foto aí abaixo. 



Como podem ver, é uma dedicatória sem nome, ou seja, este livro foi enviado para sorteio. Mas tem data: janeiro de 2012. E sabem, gente, apesar de muito atrapalhada na internet, sou organizada nas minhas listas. Tenho a data de envio de cada livro que saiu de minhas mãos. Sei para quais blogs foram mandados livros de sorteio em janeiro de 2012, sei quem sorteou e quem não sorteou. 


Sabem aquela propaganda do Credicard, no estilo:
- Livro caprichosamente embalado - tantos reais;
- Despesas do correio - tantos reais;
- Pagamento ao sebo - tantos reais;
- O amigo que o encontrou, comprou e me avisou - NÃO TEM PREÇO

Mairton, amigos como você, e como tantos outros que encontrei na blogosfera, simplesmente não têm preço! Mais uma vez, muito obrigada!

Quanto a você, ex-parceiro que nem vai ler isso porque não se interessa por meus livros, fica sussa, como diz a Vanessa Bosso. Não vou colocar nomes aqui. Mas, a cada ação da gente no mundo, corresponde uma reação. Te entende com o mundo, quando ele decidir cobrar tuas opções!

domingo, 1 de dezembro de 2013

Linhagens - nova resenha!


Resenha novíssima de Linhagens, feita pela Vivian Pitança, do blog parceiro Reflexão Literária. Avaliação 5/5, resenha completa aqui

A Vivian diz que foi difícil fazer a resenha sem soltar spoilers. Bem, a minha dificuldade foi encontrar minha frase preferida na resenha! Por fim, acabei escolhendo esta:

"Entre mil e um aspectos diferenciados que fogem do cliché, Linhagens é um livro capaz de te conquistar e surpreender até as últimas páginas. Você se encantará, ficará preso, suspirará, sonhará e muito mais dentro dessas 700 páginas que parecem tão poucas perto da nossa sede."

Além disso, Vivian faz o nome do seu blog se justificar: não faz apenas resenhas dos livros lidos, mas também reflexões sobre eles, sobre as mensagens que cada livro passa. Cisne já teve seu post de resenha (aqui), e também o Lendo e Refletindo (aqui). E, ao ler, até eu acabei refletindo sobre meu próprio livro...