quarta-feira, 3 de abril de 2013

Maravilhas do mar: caneta-do-mar




Exatamente, caneta-do-mar! Mas não uma caneta novinha, tipo esferográfica ou Bic, e sim uma caneta das antigas, feitas de penas de aves - aquelas de filmes, parecida com esta aí ao lado.



Cada caneta-do-mar é uma colônia de pólipos (pequenos indivíduos semelhantes a anêmonas) que trabalham em conjunto para a sobrevivência do todo. O pólipo que forma o "pé" da caneta perde seus tentáculos, formando um bulbo em sua base. Este bulbo ancora a colônia no fundo lamacento ou arenoso. Os demais pólipos formam os “ramos” da caneta-do-mar e têm funções especializadas: alguns são encarregados de obter o alimento, outros são responsáveis pela reprodução, e outros forçam a água para dentro e para fora dos canais para ventilar a colônia.

As canetas-do-mar servem de alimento para algumas estrelas-do-mar e nudibrânquios (lesmas marinhas). Pertencem à ordem Pennatulacea e se alimentam de zooplâncton.

Fatos curiosos:
- Quando perturbada, a caneta-do-mar força a água para fora da colônia, fazendo o possível para se esconder dentro de sua base bulbosa;
- Cada pólipo da caneta-do-mar tem oito tentáculos;
- Canetas-do-mar têm cores que variam do laranja escuro ao branco, passando pelo amarelo, mas brilham com uma luminosidade esverdeada quando estimuladas.

É ou não é um "bichinho" esquisito?! 



Photo: Choh Wah Ye
Gallery: http://bit.ly/YByB7s
Source: http://bit.ly/16UWVVe
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!