quarta-feira, 6 de março de 2013

Feliz post pessoal: ELTON JOHN uhuuu!

Motivo da ausência de post ontem à noite: eu estava feliz da vida no show de Sir Elton John! Geeeente, foi muito demais!!! Achei até que não ia, mas, no domingo, o maridão me surpreendeu com dois ingressos de pista!

Então vamos por partes:

1. Organização britânico/brasileira impecável. Havia montes de gente para orientar, muitos encarregados de segurança, vi pelo menos dois pontos de atendimento médico. Nada de filas quilométricas para entrar. Os portões abriam às cinco da tarde e às seis, quando chegamos, era só passar e entrar. Uma pessoa passava o detetor de metais, outra conferia o ingresso, fim de papo (conferia o ingresso num equipamento tipo uma minimochila pendurada em frente ao peito, que tal? Muito tecnológico).

2. Gramado do Zequinha (estádio de futebol pequeno aqui de Porto Alegre, pra umas 25.000 pessoas, acho) coberto por uma proteção que não escorregava. Cerquinha separando o povo da pista (atrás) dos chiques das cadeiras numeradas (na frente, tomando champanhe, o que provocou intensa dor de cotovelo). Lanches Bob's fazendo a féria do ano com sanduíches e bebidas a preços absurdos, num feliz monopólio nada democrático. 

3. E toca a esperar, porque chegamos às seis e o show seria às nove. É o único problema de ir a shows com o meu marido: ele faz questão de chegar CEDO, no sentido exato da palavra! Deu até pra tirar um cochilo, espichados na pista. Sim, comemos o lanche do preço absurdo. Estávamos com muita fome.

E o tempo foi passando. E o estádio foi enchendo. E foi escurecendo. E o povo todo falando do último pesadelo, chamado show da Madonna no Olímpico, onde a mala, quer dizer, cantora, resolveu atrasar só três horas. E outro, do Linking Park, que atrasou menos - duas horas, veja que rápido. E eu fazendo um megapensamento ultrapositivo: ele é inglês, ele é Sir, ele é inglês, ele é Sir, ele é inglês e é pontual por natureza, ele é Sir como Sir Paul McCartney (SIM, EU FUI NESTE TAMBÉM!!!) e vai começar na hora!!!

4. Vinte para as nove, entrou o cara pra fazer o "aquece", um ótimo cantor e pianista que só esqueceu de dizer o nome, de tão nervoso que estava, kkkk!

5. COM DEZ MINUTOS DE ATRASO (megapensamento ultrapositivo funciona!!!) entrou Sir Elton John com seu casaco cheio de brilhos azuis... E cantou e cantou e cantou e cantou, e tocou e tocou e tocou e tocou por quase duas horas e meia!!!
 

E de repente eu era adolescente de novo, nas primeiras danças e festinhas, ouvindo Elton John cantar Rocket Man. Se, naquela época, perguntassem "acredita que um dia vai ver Elton John cantando isso ao vivo?", eu ia dizer que não, sem pensar duas vezes. Mas, de repente, era verdade!

Cantei, pulei, gritei, aplaudi, não assobiei porque não sei assobiar, mas o marido assobiou por nós dois. O show foi lindo, rico - rico naquele sentido de show voltado para o que o público gosta e curte - maravilhoso. Sir Elton está em fantástica forma, cantando a última música como se fosse a primeira. Por duas vezes, ficaram só ele e o piano no palco, e todo aquele povo quieto, ouvindo, ouvindo, ouvindo. Precisa ser O CARA pra fazer isso. E, quando o show acabou e o pessoal acabou de aplaudir, e chegou a hora de ir embora, o que mais se ouvia é "ele não cantou essa que eu queria ouvir", "não cantou aquela que é linda", "mas bah (gaúchos, lembram?), faltou a tal que pensei que não ia faltar". Cada música que alguém mencionava, a gente conhecia. Ou seja, ele cantou duas horas e meia, e ainda sobrou uma enorme lista de sucessos que poderia ter cantado. 

Isso é ser, definitivamente, O CARA! Se o show passar por perto de vocês, não deixem de conferir. Independente da quantidade de cifrões do ingresso, vale MUUUITO a pena!!
 

6 comentários:

  1. Ele vem em BH dia 16 agora, nossa todo mundo fala que e tudo d bom, mas infelizmente não vou,snif snif.

    http://loucaescrivaninha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz uma força e vai, Lê, porque vale a pena MESMO!
      Bjs!

      Excluir
  2. Nossa, quem me dera poder ir. Pena que ele não vem ao Pará ( e se viesse seria uma surpresa e tanto). rsrs

    Beijos, minha linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, se ele for em algum lugar perto daí, vai firme! Esse povo "importado" ainda não descobriu que pode fazer um show por capital no Brasil e vai ter SEMPRE casa cheia!
      Bjs!

      Excluir
  3. Que incrível! E valeu a pena por que notei tamanha empolgação em suas palavras! kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!