quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Maravilhas do mar: poliquetas




Hoje vou iniciar um projeto que estava há horas nos meus planos. Como o Cisne é um barco de pesquisas oceânico, uma vez por semana o post vai ser sobre alguma maravilha do mar. 


Os eleitos para iniciar os trabalhos são os encantadores poliquetas! Então, vamos aprender um pouquinho sobre eles!


Spirobranchus giganteus é o nome científico destas pequenas joias vivas, mais comumente chamados de Vermes Árvore de Natal. 





Os poliquetas são o equivalente submerso das minhocas – mas vamos combinar, são minhocas com muito estilo, vestidas a caráter com roupas de festa! 





A parte “verme” do bicho vive em buracos feitos em corais, ou então em um tubo que o próprio animal produz. As lindas “plumas” na verdade são coletores de microplâncton, do qual os poliquetas se alimentam. 





Ao menor sinal de perigo, as “plumas” são recolhidas para dentro do abrigo, de uma forma tão veloz que mais parece que simplesmente desapareceram!



As poliquetas gigantes têm tamanho de 2,5 a 4cm, vivem a profundidades de 3 a 30 metros, e são encontradas em mares tropicais e subtropicais, principalmente nos recifes de coral do Caribe, Bahamas e Flórida.






 São de tantas cores, e tão lindos, que foi difícil selecionar as imagens para colocar aqui. Sugiro que coloquem o nome científico no Google, e se deliciem!





Encerrando, o vídeo mais bonito que encontrei:



Confiram. Vale a pena! 
 

Um comentário:

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!