sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Aiii, ODEEEIIIOOO quando isso acontece!!!

O que é isso que eu odeio tanto?! Deixa eu dar a descrição!!!

Começa assim: devido ao recente final do horário de verão, estou acordando bem mais cedo do que o necessário. O compromisso da manhã era apenas às 8:30h, e eu estava de pé e bem desperta muito antes disto. O filho saiu, o marido saiu, e, de repente, eu estava com uns quarenta minutos de bobeira, sobrando. Meu horário de escrever é final de tarde ou noite, sempre; a parte do cérebro que escreve não costuma estar ativa nas primeiras horas da manhã. Mas, talvez devido à cena em que eu estava trabalhando na noite anterior (antes de ser vencida pelo sono), o cérebro resolveu ter vontade de escrever pela manhã.

Continua assim: quarenta minutos? Ok, é um bom tempo, ainda mais com o outro filho dormindo, casa quieta, telefone silencioso e ninguém atrapalhando. Liguei o computador. Se a cena não rolasse, bom, eu não tinha nada mais importante para fazer mesmo. E, para minha surpresa, rolou direitinho! Fala depois de fala, atitude depois de atitude, tudo estava se encadeando muito bem, de um jeito natural e fofo! De olho no relógio porque não podia perder a hora, fui até um determinado ponto, bem satisfeita com o resultado. Então encerrei tudo, desliguei o computador e saí.

Termina na parte que eu ODEEEIIIOOO furiosamente: foi colocar os pés para a rua e as ideias começaram a brotar feito praga na lavoura! Detalhes de como continuar o diálogo. O jeito de passar de um assunto para outro. Reações totalmente convincentes dos personagens numa situação daquelas pra lá de tensas! E eu NA RUA, precisando não de um celular pra anotar a coisa, mas do meu sacrossanto TECLADO, com a possibilidade de digitar a alta velocidade com todos os meus dez dedos (sim, eu faço isso de verdade!) e capturar os detalhes antes de sumirem!!! 

Preciso dizer que, até eu voltar pra casa, os detalhes SUMIRAM?! Acho que não, né! A estrutura da cena está pronta, já estava antes. Não é este o problema! O problema são as palavras, as expressões, tudo que desapareceu, e estava tão lindo, fofo, PERFEITO! Juro que dá vontade de andar com um note eternamente a tiracolo - seria a única solução para estas crises de inspiração em horários inconvenientes!

2 comentários:

  1. Não pode Sumir não pode, esta proibida, ai agora fique curiosa.

    Sei o que e ter ideias e ela fugirem por que vieram em momento desprovido de teclado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk!
      Não adianta proibir, elas somem quando querem, do mesmo jeito que aparecem quando querem!
      Bjs, Lê!

      Excluir

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!