sexta-feira, 26 de outubro de 2012

NABETSE


 

Hoje vou fazer uma coisa diferente. Em vez de falar do meu livro, vou falar do livro dos outros

Nas minhas bisbilhotices pela internet, encontrei a sinopse de Nabetse, de Nina Oliver. Era uma sinopse bastante intrigante, e fui atrás do primero capítulo - que era ainda mais intrigante do que a sinopse (o primeiro e o segundo capítulo estão no issuu)! Resultado, uma enorme impaciência até a chegada do livro, e a impaciência só aumentava a cada novo comentário sobre Nabetse que eu encontrava na internet! 
Ontem, meu Nabetse finalmente chegou, com uma simpática dedicatória da autora e belos marcadores de página... completamente desnecessários, aliás. Não é o tipo de livro onde se precisa de marcador de página, porque a leitura voa até o fim! Óbvio que li numa pegada só. Aí abaixo, está a capa do livro e a sinopse.

 
Sinopse:
Com um abrir de olhos e a visão de uma manhã estrelada, recomeça a vida de Nabetse, um menino refugiado de 13 eras que retorna para seu lugar de origem: o Território, lugar residente no aglomerado estelar de Arqueiro, bem no centro da Via Láctea. Filho do relacionamento entre um sábio e uma estrela, nasceu com a essência indefinida, a irisinter, e, portanto, nesse regresso ao Território, precisará decidir entre a natureza do pai e a natureza da mãe, sendo essa escolha importante na garantia da segurança de todos. Para tanto contará com o suporte do sssGuardião da Justiça Otrebor, com a vigilância do mal-humorado Guardião da Justiça Rotciv, com os quitutes da Ajudante Enila, com a maestria infantil de Onalos, com o pulsar infinito das estrelas e com os doces de um homem que a tudo sabe. Nem tudo será agradável. Nem todos serão amigos. As Oliveiras estão com suas seivas em alerta. O Velho Sábio está em exílio. O passado será decisivo, o presente, desconhecido, e o futuro uma escolha personalíssima que apenas Nabetse poderá enfrentar. 

 
Nina escreve de uma maneira diferente e encantadora, que faz a gente literalmente degustar o livro parágrafo por parágrafo, muitas vezes relendo pelo simples prazer de reler algo tão bem escrito. Os personagens são cativantes e se tornam rapidamente familiares - na maioria das vezes, nos diálogos, fica fácil identificar quem está falando, tão bem caracterizados eles são. Não vou falar da história. Vá lá ler, para descobrir os problemas de um garoto que é filho de um humano com uma estrela... Os problemas que ele precisa enfrentar não são absolutamente comuns! O que posso dizer, com toda a certeza, é que há muito mais histórias nas entrelinhas do que nas linhas de Nabetse! Vale a pena ler. Vale MUITO a pena ler!

4 comentários:

  1. Olá,

    Parece encantador, a sinopse é bem atraente mesmo e a capa, divina!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma leitura deliciosa e diferente, e faz a gemte se perguntar (pela milionésima vez) por que os autores nacionais são tão pouco lidos!

      Excluir
  2. Olá Eleonor,

    Fiquei interessadíssima em ler! Espero que possa ler em breve ;)

    Bjokas ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai firme! A leitura é rápida e o livro tem 290 páginas, o que é um tamanho perfeitamente normal. Não é como certos "monstrinhos" de 800!

      Excluir

Agradecemos seu comentário, foi lido com carinho! Volte sempre!